Coisas de Criança

Coisas de Criança é...Brincar

Coisas de Criança é...Brincar
Contos, poesias,brincadeiras tradicionais, cantos e cantigas de roda, para gente miúda e graúda, desde que deixe a criança que existe em você se soltar.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Despedida da infância



                 


                                         Despedida da Infância

 Infância abreviada neste mundo moderno, perdida entre tudo o que representa a tecnologia moderna,tudo facilitado, mastigado.As crianças, precocemente estão dando  adeus a infância mais cedo, namora-se mais cedo, não como nos velhos tempos da vovó,(casavam-se por escolha familiar) os tempos são outros, são carregados de malícias e futilidades .
  Então, eles cresceram?! Eis a questão: crescer não é sinônimo de amadurecer para a vida , crescem de tamanho,de hormônios, de cabecinha, não.
 Quando há um raro diálogo entre um adulto e elas, se resume em respostas “hum hum, ah tá, não sei...”, crianças que estão crescendo sem leituras em livros,sem saber questionar,  sem formação de opiniões, limitam-se ao conhecimento didático, uns decorebas de fórmulas.
Pensando nesta atual situação escrevi uns exemplos:
Metáforas ou parábolas?
Disseram um dia “semeie a semente” elas irão regar
As sementes foram semeadas, ninguém a regou, murchou.
Disseram um dia: ”plante um jardim e verá”
Que as borboletas, abelhas, beija-flores virão...
O jardim foi plantado.  As flores brotaram...
Nem as borboletas, nem as abelhas,
 Nem beija-flores vieram.
Disseram um dia “plante uma árvore,
Esta lhe dará sombra e os pássaros virão cantar”.
A árvore foi plantada, cresceu,
Os pássaros imigraram para qualquer lugar
Restou a sombra que ela dar
O Jardim ainda existe, no silêncio de tudo.
Mudo , colorido, esperando as borboletas.
              Dora Duarte
              


    

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Casa de vó é assim








Casa de vó
Casa de vó de menino criança é assim...
Tudo  muda, tudo é  fantasia
O Silêncio quebrado  no barulho
O coração da avozinha em  alegria .

 



Brinquedos espalhados pela sala,
 Lápis de cor num passe de mágica
 Voam desaparecem na folia
Móvel vira ferrovia, sofá  vira rodovia



Onde tapete vira estacionamento
Livros viram montanhas
Pecinhas de montar castelo
São montadas e derrubadas
Assim ficam todas bagunçadas.


 












Casa de vó é assim...
 Brinca, brinca o  netinho,
Quando acaba de brincar
Guarda  tudo direitinho!
E não é que guarda?!!!

( Dora Duarte )
 Florianópolis,16/08/2016

terça-feira, 19 de julho de 2016

Menina LUA




              Os pais deveriam estar muito inspirados quando escolheram um nome lindo para a sua primeira e única filha. Num dia desses, a conheci em uma reunião de adultos, na vizinhança para decidir os rumos da nossa praça local. Era a única criança que veio acompanhada dos seus progenitores. Logo que chegaram eu me apresentei, falei de mim, a "Lua" prestando bem atenção, quando sua mãe disse que eu era contadora de histórias, seus olhinhos brilharam como a sua chará. Veio em minha direção, se achegando - menina franzina de cinco anos, cabelos lisos, entrara com uma coroa de princesa, separando os finos cabelo curtos. Logo ela tomou chegada a mim, aproximou-se abraçou-me, pulou no meu colo como se me conhecesse há muito tempo e pediu-me sorridente:
_Conte-me uma história de princesa! Respondi que sim e comecei a contar… Na medida que eu ia contando, ela se aconchegava mais, senti tanta leveza e paz naquela criança que entrei no imaginário como se estivesse contando causos para a própria lua. Quando terminava uma história, lá vinha ela com mais pedidos. Neste momento tão mágico, até esqueci o que eu tinha ido fazer lá, nem me dei conta, já estava na quarta historinha de princesas, palácios, reis, rainhas, bobos da corte, palhaços, sapos e bichos da selva. De repente, os adultos em minha volta, fizeram-me voltar a vida real, estavam me esperando parar de contar, para dar início a reunião.
…e a Lua disse: - Conta mais.
A mãe: - Filha, outro dia ela conta.
(texto: A menina Lua- Dora Duarte)
Copyright © 2011 COISAS DE CRIANÇA.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger